16.5.06

Nelson Leirner


















A apreensão de obras do artista plástico Nelson Leiner gera protestos contra a censura. As telas foram para o Juizado de Menores porque mostravam bebês mantendo relações sexuais. Os quadros, segundo o artista são críticas aos postais da fotógrafa neozelandeza que ficou famosa por mostrar crianças e adolescentes em posições nada convencionais. Nelson Leiner recebeu o apoio de artistas do Brasil e do exterior.

Com 71 anos e intensas realizações, o artista plástico Nelson Leirner continua a causar polêmicas e estranhamento. São dele as obras que trazem um porco e um rato empalhados, o altar a um santificado Roberto Carlos e uma série de relógios descoordenados no Museu de Arte Moderna de São Paulo. São dele também aqueles grafites eróticos sobre as fotos de bebês da fotógrafa neozelandesa Anne Geddes que causaram tanto tumulto há alguns anos e foram apreendidos. É dele ainda a obra ‘’Bala Perdida” que, no Instituto Itaú Cultural, sensibiliza pelo seu teor dramático. Acolhido e rechaçado, premiado e incompreendido: foi assim que Leirner conseguiu se fazer ver e transmitir a sua mensagem ao longo de 43 anos de carreira. Uma mensagem carregada de protesto e teor político e, diria eu, com um quê de ironia. Acompanhe aqui o depoimento sobre alguns dos momentos mais brilhantes da carreira do artista.

Saiba mais:
http://gowheresp.terra.com.br/41/nelson-leirner.htm
http://www.mac.usp.br/projetos/seculoxx/modulo4/rex/artistas/leir.html

1 Opine!

Anonymous Anônimo disse...

playersthe simpler thrust linguistic cafes debated direction yield diseased physician awarded
lolikneri havaqatsu

segunda-feira, fevereiro 08, 2010 12:32:00 PM  

Postar um comentário

<< Home