11.6.06

Censura como estratégia da campanha eleitoral de Lula



Jogadores foram instruídos para não fazer perguntas ao presidente

Por Edmundo Rivotti

Irritado, Ronaldo reagiu hoje (09.06.2006) à preocupação manifestada ontem por Luiz Inácio Lula da Silva sobre o peso do jogador.

Durante a videoconferência com o "escrete", realizada ontem, o presidente brasileiro perguntou se Ronaldo estava ou não gordo. O avançado, que esteve ausente do encontro, respondeu hoje, sem quaisquer papas na língua: "Fui informado de que era proibido fazer perguntas, mas eu tinha muitas para fazer. Disse que sou gordo, como todo a gente diz que ele bebe para caramba. Tanto é mentira que eu estou gordo como deve ser mentira que ele bebe para caramba."

Recorde-se que em 2004, o New York Times publicou uma reportagem de Larry Rohter que focava a preocupação nacional com o suposto hábito de beber de Lula.


A reação imediata do presidente foi pedir a expulsão do jornalista do Brasil, mas, perante a liberdade de imprensa e uma carta de desculpas de Rohter, Lula da Silva voltou atrás na decisão.

Fonte:
http://www.record.pt

Leia mais:
http://www.correioweb.com.br/hotsites