5.6.06

Tentativa de censura em Mato Grosso do Sul



O artista plástico Evandro Prado sofre retaliações por usar a religião em suas obras de crítica à sociedade de consumo

Por Tainara Rebelo e Patrícia Belarmino
(Paliteiro/UFMS)

No dia 11 de maio, teve início no MARCO (Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande) a exposição “Habemus Cocam”, do artista plástico Evandro Prado. A obra é composta por telas, assemblagens, gravuras e objetos representando 3 segmentos: a religião, o consumismo e a arte publicitária.

A exposição está sendo alvo de diversas críticas, já que muitos por não terem um bom conhecimento de arte contemporânea podem não conseguir entender o que está sendo nelas retratado, mas isso, para o artista, já era esperado. Ele mesmo afirma que tem por objetivo questionar as pessoas a respeito da realidade consumista, onde há uma inversão de valores muito grande. Alguns integrantes da sociedade estão dizendo que a exposição é uma blasfêmia, uma piada, porém, o artista diz que é uma denúncia da troca de valores que está acontecendo na nossa sociedade.





Matéria completa:
http://www.paliteiro.com.br

Site do artista Evandro Prado:
http://www.evandroprado.com.br

Notícia da tentativa de censura pelo Apostolado Defesa Católica:
http://www.campogrande.news.com.br