12.7.06

Censura da Igreja galeciana



Peça teatral do ator italiano Leo Bassi sofre pressão da Igreja para que seja retirada da programação de festival de teatro independente na Espanha

O "Festival Manicômicos" acontece anualmente na cidade de A Coruña, na região da Galícia, Espanha. Na sua terceira edição, que ocorre entre 1 e 16 de julho, conta com o popular ator italiano Leo Bassi e sua encenação de "A Reveleção". A peça de Bassi é apresentada na programação do festival pelo próprio autor:

"Vivemos um enorme paradoxo. Nunca tivemos tanta tecnologia, nunca a ciência foi tão longe em tão pouco tempo, porém, já há muitos anos vemos a volta do pensamento obscurantista das seitas (cientologia...etc), dos fundamentalismos e vários esoterismos que surgem com força nos EUA. 55% dos americanos acreditam que a bíblia explica as origens do universo e que este foi criado há apenas 6000 anos. Um dos grandes acontecimentos que se discute nos tribunais americanos é saber se Darwin e sua teoria evolucionista devem ser ensinados nas escolas. Aqui, na Espanha e na Itália, os Legionários de Cristo e outros fundamentalistas cristãos, inspirados por um velho Papa intransigente, tentam despertar os velhos demônios da repressão sexual, situando-se ideologicamente não muito distante dos seus velhos rivais monoteístas do Islam. Parece mentira, mas até na nova constituição européia, o texto final deu lugar a duras batalhas para saber se se devia incluir ou não um aparte citando as raízes cristãs do continente e contudo não se dedicou nenhuma palavra a questionar se a filosofia grega e latina mereciam também o reconhecimento como alicerces fundamentais à formação da Europa".

"Eu, Leo Bassi, como bufão que sou, sinto que chegou a hora de começar a luta para salvar a inteligência. Em nome de Descartes, Averroes, Sócrates, Confúcio, Kant, Einstein e dos filósofos e cientistas de todos os tempos, eu digo 'Até aos Colhões!' com tanta superstição dos vendedores de obscurantismo e de medo. Preparem-se: chegou a hora da nova 'Revelação'".

A organização do festival se recusou a atender aos pedidos de retirada da peça de sua programação e foi ameaçada a perder o patrocínio governamental do evento.





Manifesto dos organizadores do festival:
http://festivalmanicomicos.blogsome.com

Repercussão da notícia na Espanha:
http://www.lukor.com/not-esp/locales/portada/06031802.htm

Matéria sobre o protesto dos católicos
políticos contra a exibição da peça:
http://www.elmundo.es

Site do ator:
http://www.leobassi.com